Sobre acessibilidade

Conteúdo

Início >> Artigos
31/07/2019 - 08:45

Iniciou nesta terça-feira (30) e continua na quarta-feira (31), uma oficina de Elaboração de Chamadas Públicas para a Compra da Agricultura Familiar no âmbito do PAA, Programa de Aquisição de Alimentos, na modalidade Compra institucional , que visa valorizar a agricultura familiar e garantir que esses produtos estejam principalmente na merenda escolar.

 

O evento está sendo promovido pela GIZ/Cooperação Alemã e tem como parceiros o Centro Regional de Governo, por meio da Coordenação de Desenvolvimento Econômico e Incentivo à Produção, além da EMATER, IPAM, Secretaria da Agricultura Familiar e Cooperativismo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

 

“O Centro Regional de Governo nesse evento, cumpre o seu papel institucional, primeiramente de estabelecer as parcerias e posteriormente é fazer a integração dessa região, trazer os muncipios para o Centro de Governo, mostrar a importância, de estarmos integrados, no sentido de nós desenvolvermos a nossa região Oeste do Pará.” ,Explicou Alda Luz, coordenadora de Desenvolvimento Econômico do Centro Regional de Governo.

 

Outro importante parceiro, na realização desse evento foi o colegiado de comércio e consumo sustentável do Tapajós,representando por Alcilene Cardoso.

 

“ Essa oficina tem realmente o objetivo da gente discutir a implementação da politica pública das compras institucionais, tanto no P`NAE ,quanto no PAA. O Pará já tem graças a Deus ,grande parte dos seus municipios comprando da agricultura familiar para a merenda escolar, nós temos por força de lei ,um quantitativo de 30% do valor da compra para ser efetivado, mas temos municipios já com 80%, 50%. Então essa politica da gente valorizar a agricultura familiar, porque nós temos a maior parte dos nossos municipios, do estado do Pará ,uma grande atividade rural, uma agricultura familiar é muito forte, a pesca artesanal é muito forte, mas nós precisamos oportunizar que esses alimentos de extrema qualidade nutricional estejam na mesa das nossas crianças, nas nossas escolas.

 

Representantes de 16 municipios estiveram participando da oficina, em santarém.

 

“O bacana desses encontros é a troca de experiência, a gente conhece a realidade de outros municipios, e a gente se esmera um pouquinho em tentar aplicar as politicas públicas, o programa nacional de Alimentação escolar. A logica é ampliar o conhecimento dessa politicas públicas.” - afirmou, marcelo Jares, da Emater.

 

O publico presente, foi bastante diversificado, desde nutricionistas, pregoeiros, extensão rural e educadores.

 

“A ideia e justamente para que a gente possa fazer com que os responsáveis por essas áreas ,consigam comprar produtos da agricultura familiar, principalmente pra alimentaçã oescolar e outros tipos de compra ,como compras institucionais ,que essa integração entre a oferta e a demanda, ocorra ,e nos municipios que ela já acontece que possa ser potencializada.” -Explicou Luciana Rocha, da Cooperação Técnica Alemã.

 

Outro parceiro envolvido na oficina, foi o Ministério da Agricultura.

 

“Estamos com o intuito de fomentar os atores, que são responsáveispelas compras públicas, principalmente da alimentaçã o escolar, a gente vê que é na base que a gente vai conseguir esse trabalho e fica mais fácil para que chegue nos agriculturor, e o público assistido por esses alimentos, no caso alunos das redes publicas e beneficiários dos projetos.” Concluiu Mateus Rocha.

 

galeria de imagens: